A Rede

Uma rede de trabalho para a ação.
A sua cidade e vila gostaria de ser acessível e inclusiva? Ter mobilidade ciclável? Ter dinâmicas económicas no centro histórico? Ter mais e melhor turismo e desenvolvimento sustentável? Apresentar-se a Portugal e à Europa como Cidade ou Vila de Excelência?

Só o trabalho em rede, multidisciplinar, integrador, inclusivo e sustentável torna, na atualidade, possível o desenvolvimento no quadro das diminutas possibilidades financeiras.

Reduzir o risco e maximizar a rendibilidade das intervenções tornou-se a chave para o futuro. A Europa 2020 marca um novo e decisivo quadro comunitário onde estes temas são âncora para o apoio financeiro próximo.

Trabalhar em Rede, desde já, são trunfos para o futuro próximo. Ousar pensar e fazer acontecer nas difíceis circunstâncias atuais impõe encontrar novas soluções para antigos problemas, encontrar novas plataformas colaborativas de trabalho, novos modelos de partilha de conhecimento prático e formas ágeis de atuar localmente.

EXCELÊNCIA é o mais elevado patamar de qualidade. Mas EXCELÊNCIA, mais do que um ponto de chegada, é uma atitude, um percurso, uma construção permanente.

Rede é um modo de crescer juntos, ampliar conhecimento, partilhar vontades. Trabalhar em rede proporciona definição de metas, a realização de ações e permite alcançar objetivos mais rápidos com menores custos. Rede é fazer mais com menos.

Ser reconhecido como Cidade ou Vila de Excelência é ser reconhecido pelo mérito, pelo trabalho e pela proposta e estímulo a nela habitar, trabalhar ou visitar.

As autarquias são o motor do desenvolvimento, os gestores e empreendedores principais das cidades e vilas. Aos municípios se lança este desafio de integrar a Rede de Cidades e Vilas de Excelência com os temas do futuro próximo, num trabalho para Portugal e para a Europa 2020, com os olhos postos na qualidade de vida dos seus munícipes. Desafio do presente, do futuro, rumo à EXCELÊNCIA 2020.

Ler mais +

O Instituto

O Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade foi criado com a missão de, entre outras, o desenvolvimento integrado, harmonioso e sustentável do território e das pessoas que nele habitam ou visitam.

Fundado em 2006, associação sem fins lucrativos, teve como base o forte conhecimento obtido pela presidente, fundadora e coordenadora técnica da Rede Nacional de Cidades e Vilas com Mobilidade da qual resultou uma nova agenda política para as cidades e vilas que foi a acessibilidade para todos.

Produto da extraordinária competência, credibilidade e resultados práticos obtidos por esses atores de mudança, o ICVM torna-se assim, mais do que uma plataforma colaborativa, um lugar de máximo denominador comum para os processos de desenvolvimento que tornem as cidades e vilas mais acessíveis, mais amigáveis, mais regeneradas, com maior empregabilidade e desenvolvimento económico.

O ICVM apela assim à V/ participação efetiva no desafio, responsável, credível, partilhado e democrático que agora lançamos às principais entidades que, no estado democrático, mais contribuíram para o desenvolvimento de Portugal: os municípios.

É deste modo, no presente, que procuramos antecipar o futuro da retoma, do crescimento e do desenvolvimento, com todos, na partilha do conhecimento e na execução de ações de baixo custo mas de máximo rendimento. Bem hajam, até breve.

Ler mais +
Gestão

A sua experiência profissional advém do facto de ter sido técnica autárquica de Trânsito e Mobilidade durante 10 anos, ser presidente e fundadora do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, coordenadora da Rede Nacional de Cidades e Vilas com Mobilidade para Todos, presidente da Comissão Técnica de Acessibilidade e Design Inclusivo (CT 177) do Instituto Português da Qualidade. Foi também vereadora numa autarquia portuguesa, no período de 2009-2013, e responsável pelos pelouros da mobilidade, regeneração urbana e imagem da cidade, planeamento estratégico e ordenamento do território.
A nível internacional é representante portuguesa no CEN em Bruxelas, pertencendo ao grupo responsável pela normalização da Acessibilidade e Design for All, é membro do European Network for Accessible Tourism e da comissão organizadora do Eixo Atlântico para o Fórum "Pensar as Cidades Século XXI".

Decorrente da sua atividade profissional coordenou inúmeros projetos no âmbito do planeamento, mobilidade, acessibilidade, tráfego e transportes, nomeadamente Planos de Mobilidade e Transportes, Planos de Promoção de Acessibilidade, Projetos de Requalificação de Espaço Público.

É investigadora e professora universitária em diversas instituições de ensino superior sendo também autora e coordenadora de um vasto conjunto de publicações na área da mobilidade urbana e acessibilidade. É frequentemente convidada a participar e organizar conferências e debates sobre mobilidade e acessibilidade para Todos.

Gestão

Paula Teles, presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, é licenciada em Engenharia Civil (área de Planeamento do Território) pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, especialista em Estratégias e Metodologias da Gestão Urbanística e Mestre em Planeamento e Projeto do Ambiente Urbano pelas Faculdades de Engenharia e Arquitetura da Universidade do Porto.


Coordenação

Coordenação

Pedro Ribeiro da Silva, coordenador da rede Cidades e Vilas de Excelência, é licenciado em Planeamento Regional e Urbano pela Universidade de Aveiro, Pós-Graduado em História e Património Local pelo ISCIA e Especialista em Projeto do Ambiente Urbano pelas Faculdades de Arquitetura e Engenharia da Universidade do Porto.

Tem na sua experiência, presidente da Associação Portuguesa de Planeadores do Território, criador, fundador e presidente da Rede de Cidades e Vilas com Mobilidade. Foi vereador de planeamento, urbanismo, cultura e turismo numa capital de distrito; pertenceu a várias comissões ministeriais, diretor da Revista Planeamento, atual diretor do Jornal Planeamento e Cidades. Foi presidente de uma Região de Turismo e membro de Direção de uma Entidade Regional de Turismo.

A nível internacional, foi fundador e membro da primeira Direção Europeia do European Network of Acessible Tourism, integrou comissões de trabalho do CEN em Bruxelas, trabalhou em parceria com a Asociación Española de Técnicos Urbanistas e é membro da comissão organizadora do Eixo Atlântico para o fórum Pensar as Cidades Século XXI.

É coordenador de figuras de planeamento municipal, coordenador de Programas de Desenvolvimento local e regional, membro das Comissões Técnicas 177 e 144 do IPQ, Ministério da Economia. Coordena ainda a realização de várias conferências e encontros temáticos. Foi professor universitário e tem dezenas de textos de reflexão critica em Revistas especializadas, tanto nacionais como estrangeiras. É autor de três livros sobre turismo nas cidades, editor e prefacista em mais de uma dezena de obras.

Acredita no lema 'Pensar Global, Agir Local' e sobretudo que é o trabalho em rede que proporciona fatores elevados e multiplicadores de desenvolvimento e que a multidisciplinaridade proporciona a forma harmoniosa de crescimento.

Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade

Rua do Passeio Alegre, 20
4150-570 Porto, PT

+351 228 328 115
+351 962 032 854

icon fechar