Paula Teles, presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, presente no II Encontro Nacional sobre O Planeamento da Mobilidade Urbana Sustentável como oradora convidada

Paula Teles, presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, presente no II Encontro Nacional sobre O Planeamento da Mobilidade Urbana Sustentável como oradora convidada

   

 

Paula Teles, presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, foi oradora convidada no II Encontro Nacional sobre O Planeamento da Mobilidade Urbana Sustentável, que se realizou no dia 21 de maio de 2019, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto. O evento foi organizado pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes com o apoio da Área Metropolitana do Porto (AMP) e contou, na abertura, com a intervenção do seu Presidente, Dr. Eduardo Feio.

 

O Planeamento da Mobilidade Urbana Sustentável foi o tema principal desta edição, onde especialistas apresentaram estratégias, planos e, na sua ausência, processos nos municípios que representam. A Eng.ª Paula Teles apresentou a sua visão e do Instituto a que preside sobre a Operacionalização do Planeamento da Mobilidade Sustentável, face à realidade atual vivida em Portugal e visando um futuro sustentável e acessível a todos.

 

 

Nesta segunda edição, foi clara a perceção da insuficiência do planeamento da mobilidade sustentável face a orientação clara da Europa em que todos os estados-membro devem elaborar os respectivos Planos de Mobilidade Urbana Sustentável, PMUS, na União Europeia intitulado SUMP, Sustainable Urban Mobility Plan.

 

O II Encontro Nacional estabelece um marco histórico na agenda do Planeamento da Mobilidade Urbana Sustentável na medida em que o IMT, agora de forma inequívoca, apelou à elaboração dos PMUS deixando a exclusividade que atribuía ao PMT enquanto figura única do planeamento da mobilidade em Portugal.

 

Paula Teles, falando também em nome da Rede de Cidades e Vilas de Excelência, referiu a necessidade de agora criar um quadro legal simplificado para a elaboração dos PMUS, encontrar uma linha de financiamento para as autarquias o desenvolverem e adaptar o guião da união europeia, cuja revisão será apresentada no próximo mês em Groningen.

 

Terminou referindo que, no seu entender, “Descarbonização das Sociedades” e “Humanização das Cidades e Vilas” são as palavras chave para a próxima década 2030.

Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade

Rua do Passeio Alegre, 20
4150-570 Porto, PT

+351 228 328 115
+351 962 032 854

icon fechar